tp

tp

Acontece hoje no Polo:

quinta-feira, 3 de março de 2016

Aconteceu no Polo: Profissionais iniciam a Residência Médica e Multiprofissional

“Estamos iniciando agora um caminho para cada profissional e para a Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana, oferecendo um salto de qualidade no atendimento à população e um ganho para os profissionais”. A afirmativa é do médico Hélio Shindy Kissina, coordenador da Residência Médica, quando da apresentação dos profissionais que começaram terça-feira (01/03) o período de residência multiprofissional. O evento, realizado no polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) que também será a sede para as aulas dos cursos, contou com a presença do prefeito Beto Preto, do vice Júnior da Femac e diretores da Autarquia Municipal de Saúde. Ao todo, 27 profissionais atuarão na Residência Multiprofissional e um na Médica.
Kissina explicou aos profissionais que obter o credenciamento para as residências não foi uma tarefa fácil, “pois as exigências dos ministérios da Saúde e da Educação eram grandes”. Ele lembrou que o prefeito Beto Preto atuou diretamente junto ao Governo Federal para obter o credenciamento. “Para nós, da Autarquia Municipal de Saúde, é uma experiência nova, pois fomos atrás de um projeto adequado para Apucarana, envolvendo todos os departamentos da autarquia e, principalmente, do corpo técnico”, completou o médico.
O prefeito Beto Preto, após a apresentação de cada residente, disse que “a Residência é um investimento que não pode ser perdido e é fundamental fazer todos os esforços para mantê-la até o final, para crescer na formação profissional.” De acordo com o prefeito, a partir desta primeira turma “Apucarana se configura como centro formador intersetorial de profissionais na área de saúde.” Segundo ele, “o grupo de 27 profissionais que inicia a Residência Multiprofissional é o espelho para as próximas turmas que virão a Apucarana nos próximos anos. Hoje são 27, no próximo ano teremos 54 profissionais ampliando seus conhecimentos”, completou Beto Preto.
Entre as residentes está a catarinense Diane Rorig, de Coronel Freitas, dentista que concluiu a formação acadêmica em janeiro deste ano. Ela afirmou que a questão cultural não será tão importante a partir de agora, mas sim o trabalho em equipe. A dentista salienta que sempre quis trabalhar na saúde pública e a Residência será a sua grande oportunidade de atuação profissional.
A Autarquia Municipal de Saúde definiu como bases as unidades de saúde dos bairros Jardim Ponta Grossa (Maria do Café); Sumatra II (Eunice Penharbel); Jardim América (Bolivar Pavão); Aclimação (Mioji Kogure); Núcleo Dom Romeu (Takaiti Myadi); Colonial (Antônio Sachelli); e Parigot de Souza (Marcos Mascaro). No período de dois anos da pós-graduação, a carga horária será de 60 horas semanais, sendo 48 horas de trabalho de campo e 12 horas de estudos.