tp

tp

Acontece hoje no Polo:

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Formação de Professores




O sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) será o principal responsável por ofertar vagas na nova iniciativa do Ministério da Educação (MEC) para a formação de professores efetivos da rede pública que não atuam em sua área de formação, a Rede Universidade do Professor. São 105 mil vagas para o segundo semestre de 2016 nas instituições federais de educação, sendo 81 mil na modalidade educação a distância, por meio da UAB, e 24 mil vagas presenciais remanescentes.


O anúncio da nova rede pelo ministro da Educação, Aloízio Mercadante, aconteceu em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 28. A proposta da Rede Universidade do Professor é reduzir o número de professores que lecionam disciplinas para as quais não tem formação adequada.

Baseado em informações do Censo Escolar 2015, Mercadante destacou que, entre os 709,546 professores efetivos que lecionam nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio, 374,829 precisam complementar a formação superior. Estes casos representam docentes que não têm a licenciatura nas disciplinas que aplicam ou não têm o grau de bacharel na área.

Mercadante afirmou que a prioridade é a formação de professores efetivos da rede pública na área em que já estão atuando. "Não há como melhorar a qualidade da educação no Brasil se nós não resolvermos esta questão da formação. O que mais vai motivar é se a carreira docente valorizar esta formação específica", disse o ministro. "Este é o ponto mais estratégico para melhorar a qualidade da educação", concluiu.

Os professores só poderão se inscrever para o curso correspondente à disciplina que lecionam na rede pública. As vagas são reservadas para docentes que atuam na nas seguintes disciplinas: matemática, química, física, biologia, português, ciências, história e geografia.


Matéria retirada do site da Capes; para mais informações e aceso ao calendário acesse Aqui